Como se tornar um atleta olímpico?

Como se tornar um atleta olímpico?

Muitas pessoas têm o sonho de se tornar um atleta olímpico, representar o Brasil em uma Olimpíada e voltar de lá com a tão cobiçada medalha de ouro. Mas nem todos podem realizar esse sonho. Para atingir o objetivo disputar as Olimpíadas, é necessário muito planejamento de carreira, dedicação, esforço e talento.

Se você tem disposição para avançar rumo a esse objetivo, mas não sabe qual o caminho, este artigo vem ao seu auxílio. Siga a leitura para saber 5 passos para se tornar um atleta olímpico!

1. Escolha o esporte que deseja praticar

O primeiro passo para se tornar um atleta capaz de disputar as Olimpíadas é, claro, escolher um esporte para praticar. Não basta ser qualquer esporte, entretanto. Como veremos a seguir, um atleta olímpico faz várias horas de treinos diários, sem folga ou descanso nos fins de semana.

Por isso, você precisará escolher um esporte que ame a ponto de praticar todos os dias por anos e não enjoar, além de ter uma certa dose de talento natural para se destacar em competições.

2. Adquira o equipamento de um atleta olímpico

Um atleta que dispute as Olimpíadas e principais competições mundiais do seu esporte precisa ter os equipamentos adequados para a prática esportiva.

Mais do que apenas ter os equipamentos oficiais, é necessário treinar com objetos específicos para o treino, de forma a melhorar seu desempenho. Por exemplo, um atleta que vise participar da competição de Taekwondo, precisará de um kit de equipamentos, incluindo um dobok para torneios, e também raquetes para os treinos.

3. Comece a treinar diariamente no seu esporte

Com os equipamentos adquiridos, o próximo passo é começar a treinar diariamente no seu esporte. Sim, todos os dias!

A rotina de um atleta que visa disputar as Olimpíadas é muito puxada, especialmente se ele não tiver patrocínio ou bolsas esportivas. Por isso, os iniciantes precisam manter um emprego que pague as contas e encontrar espaço durante o dia para sessões de treino.

Além disso, não adianta começar a treinar sozinho. É importante ter a orientação de um treinador especializado desde o começo, para otimizar as sessões de treino, evitar vícios e conquistar um progresso real no esporte.

4. Participe de competições oficiais

Depois de tanto treinar, você vai querer colocar em ação tudo que andou praticando no ginásio, academia ou dojo. Isso é ótimo, pois você terá de competir muito até chegar ao nível olímpico.

No início, comece com todas as competições possíveis para levantar dinheiro em prêmios para inscrições dos torneios oficiais da confederação nacional e internacional. Depois, concentre-se nas competições de maior nível técnico para construir um nome e uma posição nos rankings mundiais.

5. Consiga a classificação para as Olimpíadas

Depois de se estabelecer no cenário nacional e internacional, comece a focar em obter os requisitos necessários de classificação para as Olimpíadas.

Os critérios variam de esporte para esporte. Por exemplo, no Taekwondo, o padrão é levar os mais bem colocados no Ranking Olímpico após o Grand Prix do ano anterior aos Jogos Olímpicos. Já no Judô, a convocação leva o atleta de melhor colocação no ranking mundial em cada categoria.

Se esforce e treine muito, visando sempre melhorar o seu desempenho. Com esses passos você tem uma melhor ideia de como se tornar um atleta olímpico e qual caminho seguir para representar o Brasil e lutar pela medalha de ouro.

Aproveite e compartilhe este post nas suas redes sociais, marcando os amigos e familiares que vão te apoiar durante a jornada em busca do lugar mais alto do pódio olímpico!

Adicionar um comentário


Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.